Buscar
  • Martin Alves

Smart homes – Edificações Inteligentes

Casas futurísticas já são presente!


Hoje vivemos na era da informação, tudo está conectado e ao alcance das nossas mãos, à um toque de distância. Temos visto cada vez mais tarefas do dia a dia serem facilitadas pelo uso dos aplicativos em smartphones. Toda essa tecnologia também já está cada vez mais incorporada ao mundo da construção civil, por meio das chamadas casas inteligentes ou smart homes.



SMART HOMES

Estas novas edificações possuem a peculiaridade de se adequarem as necessidades dos seus moradores, tanto de segurança e conforto. Você já imaginou acordar pela manhã com o seu café já pronto lhe esperando? Sim, por meio de produtos inteligentes como o Plugue Tomada da empresa Steck, por exemplo, é possível programar a sua cafeteira para ligar automaticamente em qualquer horário e em qualquer dia da semana. Alguns aplicativos para telefone já possibilitam o acionamento de lâmpadas e sistema de som integrados por comando de voz, o que além de trazer comodidade atua como uma medida sanitária nestes tempos de pandemia, pois eliminam a necessidade do toque. Essa tecnologia também auxilia na economia de energia, uma vez que por meio de sensores de movimento, uma casa inteligente percebe que você, ao sair, deixou a TV ligada, então o sistema integrado pode desligá-la e religá-la quando detectado a sua reaproximação no ambiente por exemplo. Para os mais idosos, essa tecnologia pode se traduzir como sinônimo de autonomia, desde sensores que detectam e alertam no caso de ocorrência de quedas durante o banho a gavetas com sensores pré-programados que avisam ao usuário o horário para tomarem os seus remédios.



Essas novas casas simplesmente entendem as necessidades dos seus moradores. Pesquisas apontadas pelo site Techaeris relatam que 70% dos americanos imaginam que, já em cerca de uma década, as smart homes serão tão populares quanto os aparelhos celulares. De acordo com a Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside), hoje já existem cerca de 900 mil a 2 milhões de casas inteligentes no país, sendo que cinco anos atrás esse número girava em torno de 300 mil.


Em 2020, passamos a utilizar muito mais as nossas casas, como lares e home offices. Assim, as necessidades por segurança, comodidade e conforto aumentam cada vez mais. Dessa forma, a incorporação da tecnologia à construção civil vem fazendo com que essas novas necessidades sejam cada vez melhores atendidas.


Texto escrito por Martin Alves


DEIXE A ALG SURPREENDER VOCÊ!



15 visualizações1 comentário